• Civil Jr.

Como o calor pode influenciar o descolamento de revestimentos cerâmicos?


Como o calor pode influenciar o descolamento de revestimentos cerâmicos?

O descolamento de cerâmicas é uma das patologias mais comuns, podendo ser considerada grave de acordo com a situação. Isto não se deve só às perdas das funções do revestimento, como também ao risco que pode trazer aos usuários, em caso de descolamento de revestimentos de fachadas. Compromete as funções de proteção edifício, além da desvalorização do imóvel.

Neste post, vamos falar das principais causas dessa patologia e como o calor pode ser um fator catalisador. Mas primeiro, vamos entender algumas características que você pode analisar na sua residência para saber se há essa patologia. O primeiro passo a ser analisado é: houve alguma mudança da placa em relação ao estado original? Podemos perceber também um estufamento das placas, ou ainda a presença de um som cavo quando batemos ou pisamos na cerâmica.

Na maior parte dos casos, o destacamento ocorre por falha no assentamento das placas cerâmicas, pelo preenchimento incompleto do verso das placas e falta de juntas de movimentação no revestimento. Pode ocorrer também, erro na especificação de argamassa colante ou na sua mistura, como uso de água em excesso e pelo tempo em aberto excedido da argamassa colante.

Além disso, pode existir presença de outras patologias, como umidade provocada por vazamentos e infiltrações nas paredes, onde estão assentadas as cerâmicas, entre outras. São muitas as causas que podem ocorrer isolada ou conjuntamente.

Mas, como o calor influencia essa patologia? Sabe-se, que com o calor os materiais se expandem e no frio eles se retraem. Com isso, ao passar dos anos, o material cerâmico, rejunte, argamassa colante da cerâmica e a estrutura da laje também estão sujeitos a isso. Por serem feitos de diferentes materiais, eles também se expandem de forma heterogêneas, ocasionando o deslocamento. Desse modo, essa onda de calor pela qual estamos passando pode acelerar o processo de descolamento. É importante ressaltar que as altas temperaturas não causam o descolamento, é preciso existir anomalias, como juntas de assentamento diferentes da recomendadas, quantidade de rejunte incorreta, bem como sua preparação.


Por fim, a melhor dica para evitar esse tipo de patologia é durante a instalação do revestimento. Procure um profissional especializado e bons materiais, pois isso evitará problemas futuros. Em caso de presença dessa patologia, é importante chamar um especialista para também examinar a possibilidade de ocorrência de outras patologias que podem estar contribuindo como algum problema estrutural ou vazamentos.


Estamos à disposição para qualquer dúvida! Entre em contato conosco para fazer o orçamento do seu lado técnico de patologias!


Por Maísa Cabral.

33 visualizações1 comentário
Brasil Júnior
FEJEMG
Core
Escola de Minas
UFOP
Civil Júnior Consultoria
Empresa Júnior de Engenharia Civil da Escola de Minas
Universidade Federal de Ouro Preto