• Civil Jr.

Acessibilidade, veja como fazer sua parte!


Inclusão social é o ato de inserirmos na sociedade categorias de indivíduos que foram historicamente excluídas do processo de socialização. Dentre diversas vertentes do tema, inclui-se pessoas com necessidades especiais. Mas como engenheiros e futuros engenheiros podem contribuir para o aumento da acessibilidade com a Engenharia Civil? Vamos descobrir agora!

A acessibilidade deve ser levada a todos os cidadãos, de forma adequada e autônoma, garantindo que todos tenham suporte para acessarem lugares de forma independente. Várias melhorias já são instituídas, como difundir e aplicar a acessibilidade plena em vias e espaços públicos, que vale a pena frisar que como cidadãos temos o dever de respeitar e não obstruir espaços públicos, mas é imprescindível que as construções civis também sejam adaptadas e equipadas para garantir o máximo conforto e segurança aos.

É necessário tornar os edifícios acessíveis e de eliminar barreiras, alguns elementos usuais e de fácil instalação são as rampas de acesso que para garantir a autonomia de cadeirantes, pisos antiderrapantes, de modo a prevenir escorregões e acidentes, luzes com sensor de movimento tornando o ir e vir noturno muito mais seguro e atenção nas áreas de circulação, onde passagens e vão devem ter uma largura mínima possibilitando a passagem rápida e fácil de todos. Uma dica Civil Jr. são as Barras de apoio, que são um equipamento coringa e servem para pessoas com deficiência, idosos, entre outros.


Felizmente a acessibilidade na construção não é apenas uma grande preocupação social, mas também uma exigência legal com regulamentação. Segundo o decreto 5.296/12/2004, toda edificação deve e tem que ser baseada nos princípios de desenho universal, ou seja, acessível a todo e qualquer cidadão independente do tipo de deficiência que o mesmo possua.


Por fim, a melhor maneira de acertar em uma construção é sempre realizar um planejamento direcionado à acessibilidade, realizando projetos arquitetônicos que visam atender a todos, transformando assim o dia a dia de pessoas com deficiência e, ao mesmo tempo, a dinâmica da comunidade da qual fazem parte. Pequenas medidas que impactam muito na qualidade de vida de todos os envolvidos!


O Projeto Arquitetônico é a melhor solução para desenvolvermos ambientes bem planejados, confortáveis, e que atendam a expectativa de todos frequentadores! Vem fazer seu orçamento com a gente!

Por Luiza Victoria Nogueira.

28 visualizações
Brasil Júnior
FEJEMG
Core
Escola de Minas
UFOP
Civil Júnior Consultoria
Empresa Júnior de Engenharia Civil da Escola de Minas
Universidade Federal de Ouro Preto